© 2019 por IP. Criado com Wix.com

SESSÃO 12

Encontros entre vivos e os seus mortos

Christophe Pons  e João Vasconcelos em conversa a partir da projecção de Eyes Shut, um documentário produzido no âmbito de um projecto de pesquisa antropológica. O documentário retrata alianças entre pessoas falecidas e seus descendentes. Ora em sonhos, através de orações ou em sessões de médiuns, é sempre com os olhos fechados que os vivos encontram os seus mortos. 

Eyes Shut

21 de Março, 17h
Auditório Sedas Nunes (
ICS-ULisboa)

A projecção do documentário Eyes Shut, realizado por Clément Dorival e Christophe Pons, é o mote para discutir a relação entre vivos e os seus mortos através de médiuns na Islândia. O documentário passa-se mesmo antes do natal, em Reiquiavique. Ardis espera o sinal que a sua avó lhe prometeu antes de falecer, enquanto Anrnar procura encontrar a mulher que o amava. Dois médiuns, Skuli e Maggy ajudam-nos nas suas buscas.

A projecção é seguida de uma conversa entre Christophe Pons,

um dos realizadores, e João Vasconcelos, investigador que tem trabalhado sobre espiritismo em Cabo Verde.

Eyes Shut foi produzido em 2010, Islândia/França, 59 min, versão original em islandês, legendas em inglês. Realizado por Clément Dorival e Christophe Pons, foi seleccionado para o Festival du Film de Chercheur (2012), para La Premiére Fois: Festival du 1er Film Documentarie (2012), e para o Festival Internacional Jean Rouch (2011), em França. Mais detalhes sobre o filme aqui.

Christophe Pons é antropólogo, investigador do CNRS (França), trabalhando sobre ascetismo cristão e mediunismo em contextos insulares. Eyes Shut é o seu primeiro filme.

João Vasconcelos é antropólogo. Trabalha sobre religião

e suas intersecções com género, família e trabalho. É autor

de Histórias do Racionalismo Cristão em São Vicente, de 1911

a 1940 (2012).

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now